Por que introduzir o azeite de oliva na alimentação das crianças?

Por que introduzir o azeite de oliva na alimentação das crianças?

O azeite de oliva possui inúmeras propriedades e vitaminas essenciais para o crescimento de bebês e crianças.

Promover a qualidade de vida e uma alimentação saudável para as crianças é preocupação constante de mães e pais. Desde a fase da introdução alimentar, quando os pequenos devem experimentar todos os alimentos, até o final da infância, é preciso promover um cardápio variado.

Sendo assim, oferecer nutrientes diversos para as crianças pode ajudar em seu desenvolvimento físico, cognitivo e intelectual, além de proteger contra doenças, como as cardiovasculares. E um dos principais aliados para isso é o azeite de oliva. 

Fonte de gordura monoinsaturada e vitaminas A, D, E e K, o azeite de oliva pode ser incluído na alimentação das crianças a partir dos 6 meses de idade, junto a outros alimentos e ao leite materno. 

Continue lendo este artigo para conhecer os benefícios deste produto para a fase infantil e como introduzir na alimentação dos pequenos.

Benefícios para as crianças

O azeite de oliva é um dos alimentos mais consumidos ao redor do mundo, por conta de seus inúmeros benefícios à saúde. E para as crianças, pode ser um valioso ingrediente para um crescimento saudável e equilibrado.

Este alimento é fonte de energia, ajuda a prevenir inflamações e a fortalecer o sistema imunológico. 

Os ácidos graxos monoinsaturados (MUFAs), presentes no azeite de oliva, possuem ácido oleico, um composto que tem papel fundamental no controle dos níveis de colesterol das crianças, evitando o surgimento da hipercolesterolemia (colesterol alto).

Já as vitaminas A, D, E e K possuem diversas ações em seus organismos.

  • Vitamina A – Aumenta a imunidade, ajuda na defesa do organismo, contribui para o bom funcionamento dos olhos e promove o crescimento e desenvolvimento da criança. 
  • Vitamina D – Melhora a absorção do cálcio, ajudando no fortalecimento dos ossos.
  • Vitamina E – Protege o coração, os vasos sanguíneos, os nervos e os pulmões contra a poluição. 
  • Vitamina K – Por fim, essa vitamina auxilia na coagulação do sangue, estimulando o processamento de proteínas do corpo. 

Como introduzir na alimentação das crianças?

De acordo com a World Health Organization (WHO), os bebês devem continuar sendo alimentados com o leite materno até os dois anos de idade para garantir os nutrientes necessários em um crescimento saudável.

Mas, o azeite de oliva pode ser inserido, em pequenas quantidades, na alimentação das crianças a partir do sexto mês para o preparo de refeições ou como complemento em lanches, realçando os sabores e tornando-os mais interessantes para os pequenos.

Na introdução alimentar, é recomendado a inclusão do azeite de oliva em papinhas e receitas com legumes, carnes, verduras e frutas para ajudar a criança a compreender as diferentes texturas, aromas e sabores dos alimentos. 

É importante que o consumo seja de até 15 ml por dia, sendo introduzido aos poucos para haver a familiarização com o produto. 

Não sabe como incluir o azeite de oliva na alimentação das crianças? Veja duas receitas deliciosas que separamos para te ajudar!

Papinha de brócolis com azeite de oliva

Ingredientes:

  • 2 xícaras de brócolis, cortadas em pedaços pequenos
  • 1/2 maçã, pera ou batata, cortada em pedaços pequenos
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva

Modo de preparo:

  1. Em uma panela média , leve 2 polegadas de água para ferver em fogo médio.
  2. Coloque o brócolis e a maçã/batata/pêra em uma cesta de cozimento a vapor e coloque sobre água fervente, tampe e cozinhe no vapor por 8 a 10 minutos ou até que o brócolis e a maçã estejam macios. Reserve a água do vaporizador. Deixe esfriar um pouco.
  3. Adicione o brócolis e a maçã ao liquidificador ou processador de alimentos .
  4. Adicione o azeite no liquidificador ou processador de alimentos.
  5. Misture em velocidade alta por 1-2 minutos ou até ficar homogêneo, adicionando 1/4 xícara de líquido (água reservada, leite materno fresco ou fórmula).
  6. Misture com o purê de brócolis.  
  7. Sirva para o seu bebê ou congele para uma refeição posterior.

Sopa de Legumes Assados com azeite de oliva

Ingredientes:

  • 3 cenouras cortadas em cubos
  • 1 alho verde lavado e cortado em pedaços
  • 1 batata doce pequena descascada e cortada em cubos
  • 1 abóbora manteiga pequena descascada e cortada em cubos (descarte as sementes)
  • 1,5 litro de caldo de legumes ou de galinha
  • 1/4 xícara de azeite

Modo de Preparo:

  1. Pré-aqueça o forno a 300 graus. 
  2. Em uma tigela grande, misture os legumes com as ervas e o azeite.
  3. Adicione os legumes em uma assadeira. Cubra com papel manteiga e papel alumínio para evitar que os legumes sequem.
  4. Cozinhe por aproximadamente uma hora, até que os legumes estejam dourados e macios.
  5. Bata os legumes em um processador de alimentos ou liquidificador, adicionando caldo quando necessário para homogeneizar a mistura. 
  6. Desligue o fogo e sirva a porção.

Antes de começar a introduzir o azeite de oliva na alimentação da criança, seja no início ou ao longo da infância, é importante conversar com o pediatra para orientar a melhor forma de iniciar esta fase. 

Qual azeite de oliva utilizar? 

O azeite de oliva mais recomendado para as crianças, e também para os adultos, é o azeite de oliva extravirgem. 

Segundo o International Olive Council (OIC), este tipo de azeite é próprio para consumo na medida em que apresenta uma acidez livre, expressa em ácido oleico, não superior a 0,8 gramas por 100 gramas. 

Além disso, possui as principais propriedades para uma alimentação mais balanceada e saudável. 

Encontre o azeite de oliva extravirgem ideal para todas as fases alimentares das crianças no Lagar H. 
Nossos produtos são elaborados em um processo de produção cuidadoso, consciente e responsável. Garantindo um azeite sem defeitos sensoriais e com aromas e sabores únicos. Conheça mais sobre o Lagar H em nosso site.


Voltar para o Receitas